terça-feira, 5 de março de 2013

Uma cidade mais triste!

Uma coisa que sempre gostei, é escrever sobre boas coisas, boas pessoas enfim, sobre notícias auspiciosas, notícias que deixem os leitores com o astral lá em cima. Hoje, porém o meu astral está em baixa. Vou fazer uma perguntinha à todos os meus seguidores bloguistas. Você, por acaso ou por amor, você foi ao enterro do saudoso Cônego Higino? E do senhor Nonô Batista? E da Dona Maria da Lavagem? E da Helena Gonçalves? E do Padre João? E do Senhor Gentil Bicalho, estou me referindo ao senhor Gentil da Dona Nenela e não do político pé frio que está por aí. Você foi ao enterro do Guido Valamiel? E do Guerrath Michalie? E do Senhor João Peixe? E do Leonardo Diniz? E do Germim Loureiro? E da Neide Roberto? Enfim, as mais de trezentas comadres foram ao velório e ao enterro da D. Zariff? As pessoas acima mencionadas e muitas outras, deram suas próprias vidas por nossa cidade e quase sempre com o apoio incondicional das três primeiras Dama de nossa querida cidade. Eu tenho sempre uma grande preocupação, para não falar decepção com a frieza, com a ingratidão, com o pouco caso que a nossa gente faz de algumas (... para não dizer de todas) as nossas, grandes lideranças. Parece-me que quanto mais a pessoa faz por nossa gente, menos valor ela tem. Existe na cidade, uma pessoa que sempre deu de si o máximo para que nossa terrinha sempre fosse bem representa, tanto faz na área artística, quanto na social, na esportiva e muitas coisas mais. Ao invés de ir ao velório muita gente vai soltar foguete. Só espero que depois de morto esse fogueteiro não me queime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário